• Informe-se
  • Notícias do MPT/AL
  • Após denúncia feita ao MPT, Hemoal inicia adequações em sua estrutura física

Após denúncia feita ao MPT, Hemoal inicia adequações em sua estrutura física

Durante audiência, Hemoal informou que corrigiu infiltrações e vazamentos na rede elétrica da instituição; hemocentro tem 30 dias para informar adequações de forma oficial

Maceió/AL – Após recomendação do Ministério Público do Trabalho (MPT), o Hemocentro de Alagoas (Hemoal) iniciou a realização de uma série de adequações físicas voltadas ao meio ambiente laboral do hemocentro. As medidas foram solicitadas após denúncia de irregularidades que podem prejudicar a saúde e segurança dos trabalhadores.

Durante audiência realizada no dia 11 de setembro, junto ao procurador do MPT Rodrigo Alencar, a gerência de Hemorredes informou que o Hemoal celebrou um contrato para a manutenção regular de ar condicionados; corrigiu vazamentos na rede elétrica, após a reforma do prédio; corrigiu uma infiltração no ambulatório da instituição; e uma infiltração existente no prédio principal está com reforma em andamento. Já a existência de paredes com mofo, no prédio principal do Hemoal, ainda continuam, mas serão reformadas.

O procurador Rodrigo Alencar destacou o comprometimento do Hemoal a fim de corrigir os problemas relatados. Segundo Alencar, é preciso sempre buscar um ambiente laboral adequado e saudável para o trabalhador, de acordo com regras previstas na legislação.

O Estado de Alagoas tem 30 dias para apresentar manifestação sobre a denúncia, informando oficialmente o que já foi feito e o que o Hemoal pretende fazer para solucionar outros problemas em sua estrutura física. As irregularidades citadas acima foram relatadas em denúncia anônima.

Imprimir